SOBRE MIM


Leonina de 34 anos bem vividos. Nasci em Salvador, mas amo Teresina. Cidade onde moro e quero viver os meus dias bem felizes. Uma mistura de Pollyana com Peter Pan. Vivo em "Busca da Terra do Nunca" achando que tudo acontece para o meu bem. Faço aqui minha catarse e minha terapia. Tenho me refeito a cada dia com minhas próprias reflexões. Sou uma criatura alegre e feliz. Meu maior sonho: SER MÃE!




MEU MANTRA


"Entrego
Confio
Aceito
Agradeço"
(Hermógenes)




CONTATOS IMEDIATOS


Anucha Melo anuchamelo@uol.com.br anuchamelo@hotmail.com Meu flog





HUMOR






O QUE TOCA MINHA ALMA


A vida em preto e branco
Ambidestro
As Anormais
A casa de papel
Loba, corpus et anima
A pergunta que não quer calar
A dona do amor
Brinquedoteca
Brincando com Clarinha
Beth Boop
Bem aqui assim
Blônicas
Colcha de retalhos
Casa da Tuka
Carpinejar
Coisas de Bruna
Casa de Boneca
Coisas de Deus
Conversa de mulheres
Casa de Rubem Alves
Artes com trastes...
Cabaré do Marquim
Nadica de Nanda
Diário de Mim Mesma
Dani Rêgo
Dani-se
Enquanto não durmo
Entre tantas
Flog da Tyci
Flog da Claudinha CB
Teófilo Lima - flog
Guinho flog
Gualberto Jr
Heart's Place
Hai-kai do Daniel
Leila Eme
Ladra do bem
Linda Menininha
Meu flog
Oceanos e desertos
Piauimagens
Queira ouvir
Quadrado quase perfeito
Ser sentido
Superfície da alma
Sonhos e realidades
Salto Quebrado
Sol cultura
Tenho que me perder...
Templo de Hecate
Todas as minhas vidas
Um amor pra recordar
Um dia a gente aprende
Verbo amar
Voando pelo céu da boca
Tô sabendo
Ventania
Mudanças e adaptações
Tarde de chuva
Palpiteira
Verdes Verdades
Humores
Cambalhotas de Irrealidades
Diário Evolutivo
Blog da Onça
Em poucas palavras
Blog da Florcita
Faxina
Sentir é um fato
Femme Sapiens
Viver em segredo
Viajante
Dance with me?
Madrugada na sala
Luz de Luma
Batendo asas
Meu mundo
Deixa eu quieto
Nosso Quintana
As filhas do dono
Caminhar
Avesso dos ponteiros
O Pluto é filho da pluta
Reallidade torta
Bloco do eu sozinho
O Rebelde
Jardim das Violetas
Quem sabe uma (quase) Bridget?
Opiniões femininas
Palavras
Esferográfica azul
Giramundo gira eu girassol
Rainha de Copas
Neurose de mim mesmo
Gérbera Laranja
Cantos Gerais
Cosmopolitan Girl
Adoro reticências...
Som de cor de mim
Flog da Paulinha
Blog da Mari
Terehell
Blog da Magui
Entendeu ou quer que eu desenhe?
Blog da Caíla
Café do Dom
Blog da Oda
Donaella





SELO



Se eu tivesse mais alma para dar, eu daria. Isso para mim é viver!





O QUE VIVI


01/12/2006 a 15/12/2006
16/11/2006 a 30/11/2006
01/11/2006 a 15/11/2006
16/10/2006 a 31/10/2006
01/10/2006 a 15/10/2006
16/09/2006 a 30/09/2006
01/09/2006 a 15/09/2006
16/08/2006 a 31/08/2006
01/08/2006 a 15/08/2006
16/07/2006 a 31/07/2006
01/07/2006 a 15/07/2006
16/06/2006 a 30/06/2006
01/06/2006 a 15/06/2006
16/05/2006 a 31/05/2006
01/05/2006 a 15/05/2006
16/04/2006 a 30/04/2006
01/04/2006 a 15/04/2006
16/03/2006 a 31/03/2006
01/03/2006 a 15/03/2006
16/02/2006 a 28/02/2006
01/02/2006 a 15/02/2006
16/01/2006 a 31/01/2006
01/01/2006 a 15/01/2006
16/12/2005 a 31/12/2005
01/12/2005 a 15/12/2005
16/11/2005 a 30/11/2005
01/11/2005 a 15/11/2005
16/10/2005 a 31/10/2005
01/10/2005 a 15/10/2005
16/09/2005 a 30/09/2005
01/09/2005 a 15/09/2005
16/08/2005 a 31/08/2005
01/08/2005 a 15/08/2005
16/07/2005 a 31/07/2005
01/07/2005 a 15/07/2005
16/06/2005 a 30/06/2005
01/06/2005 a 15/06/2005
16/05/2005 a 31/05/2005
01/05/2005 a 15/05/2005
16/04/2005 a 30/04/2005
01/04/2005 a 15/04/2005
16/03/2005 a 31/03/2005
01/03/2005 a 15/03/2005
16/02/2005 a 28/02/2005
01/02/2005 a 15/02/2005
16/01/2005 a 31/01/2005
01/01/2005 a 15/01/2005
16/12/2004 a 31/12/2004
01/12/2004 a 15/12/2004
16/11/2004 a 30/11/2004
01/11/2004 a 15/11/2004
16/10/2004 a 31/10/2004
01/10/2004 a 15/10/2004
16/09/2004 a 30/09/2004
01/09/2004 a 15/09/2004
16/08/2004 a 31/08/2004
01/08/2004 a 15/08/2004
16/07/2004 a 31/07/2004





MEU IBOPE









LAYOUT


Template by Pattie


CRÉDITOS


Blog da Pattie - La mia vita tra le dita !


La mia vita tra le dita



Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com



Getty Images







Riso e choro num só dia

Hj eu queria poder ser clara e específica como sempre sou por aqui e na minha vida. Mas não posso. Hj não. Posso sim registrar que dois fatos me fizeram ter sensações distintas num mesmo dia. Uma de alegria e outra de dor. Estive com alguém que não via há muito tempo. Um cara que cruzou o meu caminho num dia especial, de um trabalho especial e que me marcou de forma especial. Ele sabe disso. Tanto que quando nos vimos de novo... parecia que uma tela baixou na nossa frente e a gente pode rever o que foi e o que poderia ter sido. E não foi. Apenas profundos olhares, desejos contidos foi o que se passou naquele tempo. Hj só a certeza de que a vida sabe como nos fazer surpresas. De qualquer forma, minha auto-estima deu um UP, me senti viva apenas relembrando a emoção do passado.

Assisti ao filme "Terminal", com o magnífico Tom Hanks. Fui acompanhada do Hermano. Um clima meio de coleguinha de cinema se estabeleceu durante a exibição do filme. Aquilo me estressou de uma maneira que eu não consegui MESMO entrar no clima do filme como gostaria, ou deveria, ou pretendia... Ainda tem essa TPM pra engrossar o caldo. Ah, cinema com namorado é beijinho nas cenas idiotas, chamego quando quiser e abraço para espantar o frio sempre. Hj não teve muito isso. Ele, distraído. Eu, retraída.

Depois, não teve jeito... CSR (Conversa sobre a relação). Mesma história de sempre. Mesmo drama de sempre. Mesma retórica de sempre. A gente se gosta, sabe que não pode (deve, quer) continuar junto e não sabe como separar (dar ponto final, dizer tchau e pronto). Aí fica aquele clima pesado, idiota, cheio de reticências, sabe...........................................................???????????????????????????????????????????????????????????

Aí, ele vai pra casa, deve estar assistindo ao filem idiota do SBT (Show Bar), se destraindo e nem aí pro que aconteceu. Amanhã, ele nem vai lembrar. Eu, aqui em casa, sem conseguir pensar noutra coisa, P. da vida comigo que sou uma fraca degenerada e... nesse vale de lágrimas. Salve Rainha!



Escrito por Anucha às 23h32

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Quanto tempo, hein?!

De sexta pra cá, quanta água passou por debaixo da ponte, viu? Bem, vou resumir. Festa do Amaro Filho na sexta, depois de ter ido com o Nano assistir à peça "Dorotéia Minha", com a Beth Goulart. Obra e graça do Circuito Cultural BB. Belo texto, linda interpretação e uma encantadora história de amor. Sai melhor dali. Lá na festa do Amaro foi só catchaça muita, minha gente. O povo saiu de lá depois das 8 da manhã. Pode?

No sábado, me dei de presente um ventilador de teto pro meu quarto. Um luxo para alguém que não está suportando o calor da minha adorada Teresina, mas também não aguenta mais pagar conta alta de energia... De noite, fui mais 1 vez para o mais 1, bar onde o Hermano toca todo sábado há quase seis meses. Daí vc imagina como fica o meu humor nesse dia. Já tô meio de saco cheio do show. Apesar de confessar publicamente que me apaixono pelo Nano toda vez que o vejo tocar... (Acho que não devo mais ir ao show, né?)

Domingo cedinho fui para a Fazenda da Lícia com o Nano e o Saulo. Passei o dia tostando, literalmente, na piscina, fiz farofa e vinagrete para acompanhar a picanha e curti bastante a companhia dos amigos Lícia, Marquinho, Saulo, Amaro, Cristina, Marcão, Rufino, Raquel e Cíntia. Sai de lá direto para uma clínica para engessar a mão do Hermano, que quebrou o dedo numa brincadeira na piscina com o Saulo. O Nano vai ficar 30 dias de molho.

A noite não poderia ter sido mais especial. Fui assistir ao show "Vagabundo" com Ney Matogrosso e Pedro Luís e a Parede. Sem explicação aquele show... MARAVILHOSO é pouco para definir! Comprei o CD e pretendo não tirá-lo do som por algum tempo.

Hj dia de muito trabalho. A melhor parte foi continuar projetando a festa que vou fazer no dia 27 de novembro, a Bossa Chic. A reunião com a Lorena Moura e a Lígia Veras foi pra lá de produtiva. Pense numa festa que vai abalar! Tô com sono. Depois da tostada no sol, minha pele tá precisando de muito hidratante e descanso. Tô parecendo um camarão, gente!



Escrito por Anucha às 23h45

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



No que precisar... sempre!

Depois de resolver um problemão no banco, almocei na casa do Hermano, uma comidinha gostosinha preparada por ele. Uma passada rápida em casa e rumei pra TV MN. Tudo à tarde de 3h30 às 4h30. Hj foi bem bacaninha o meu programinha na TV. Aí, peguei a Carina, fomos tomar café com pão de queijo e pegar a Marina no colégio. Combinamos que amanhã tem mais programinha pra gente fazer. Dessa vez, ela vai receber a mim e a Lilane, nossa querida amiga comum, na casa dela para outro café. (Certamente, com bolo de milho, que a Simone, secretária dela, faz muito bem!)

Aí, cheguei em casa, entrei no msn e tive a felicidade de encontrar com minha tia Gracinha, que mora em Salvador. Tão bom falar com ela. É uma criaturinha tão especial essa minha tia. Tem um carinho todo de vó com a gente. Na certa, ela pegou essa boa herança da Vó Biba, que está no andar de cima há 23 anos. E nós, netos, sobrinhos dela, só ganhamos com isso. 

Nesse meio tempo, liga o George, outro amigo que adoro. Desses que a gente quase nunca vê, quase nunca fala, mas quando fala e quando vê... é aquela festa, sabe?! Ele ligou só para dizer que de uma conversa boa com uma amiga surgiu a idéia de escrever algo sobre o amor. E lembrou de compartilhar o texto comigo. E eu disse a ele algo que tinha falado para a Carina hoje mesmo. Certa vez, o Amilton Barata, um amigo querido que mora em Belém, me deu uma foto dele de presente e escreveu atrás apenas: "No que precisar... sempre!" Será que um amigo teria coisa mais significativa para dizer para outro amigo?

E meu dia aind não terminou, viu? Os pais do Hermano me convidaram para comer sushi. Detalhe: são eles mesmos que preparam. Tudo fresquinho, novinho e muito gostosinho. Família reunida, um vinhozinho tinto seco para dar um grau e cá estou eu dividindo meu dia com vc. Obrigada por me ler!

 



Escrito por Anucha às 00h56

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Viver para ser feliz!

Dia normal. Trabalho normal. Casa normal. Vida normal.

(Pausa...) Acabo de perceber que não quero essa vida normal. Quero ação. Reação. Emoção. Aventura. Adrenalina. Prazer. Cor. Todas as cores. Música. Todas as melodias.

Minha vida, para ser chamada de vida, tem que ter velocidade. Tem que ir a lugares que eu não conheço (ainda). Tem que conhecer pessoas que façam a diferença. Tem que dançar no meio da praça. Tem que soltar todas as amarras. Tem que ser livre.

Livre de pressões de fora. Livre das pressões de dentro. Livre dos preconceitos. Livre dos julgamentos. Livre das opressões. Livre da falta de grana para viver dignamente.

E o que é viver dignamente (pelo menos, para mim...)? Ter, pelo menos, duas fontes de renda fixa, que cubram as despesas básicas, mensais e indispensáveis. Ter tanto tesão pelo trabalho, que outros “freelas” apareçam (todo mês) para que se possa guardar uma grana extra para viajar uma vez por ano.

Viajar. Viver outras culturas. Enxergar novos horizontes. Sentir diversos ares. Guardar na memória as imagens mais belas. Resgatar no coração todo o sentimento de quem é verdadeiramente feliz.

Ser verdadeiramente feliz... sorrir sempre e para todas as pessoas. Nada de sorriso sem graça, só para dar satisfação. Um sorriso largo, cativante, sincero. Uma porta aberta para a chegada de pessoas sempre interessantes.

Pessoas interessantes, que tenham algo a dizer, muito para dedicar e que possa levar todo o carinho que se possa partilhar. Afinal, pessoas interessantes trocam idéias e afeto. Nada mais.

E precisa mais para ser feliz?!

Escrito por Anucha às 22h39

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Depois da folga

Me dei esses dias longe do trabalho, longe da internet, longe dos contatos bloguianos. Estava de saco cheio de tudo! Mas não posso deixar de frisar aqui como tem aumentado o número de pessoas incomodadas com o que ando escrevendo por aqui. Incrível como as pessoas se preocupam com isso. Caramba, se eu coloco aqui não é para ser segredo para ninguém. Certo? Então...

Assisti a filmes espetaculares nesse feriado. "Roubando vidas", com a Angeline Jolie. "Could Mountain", com a Nicole Kidman. "A vila", com o Joaquim Fênix e o William Hurt. Esses filmes fizeram meus dias mais alegres e me fizeram estar mais próxima do Hermano. Sim, estamos bem. Se é que você está se perguntando.

Eu? Bem, eu não estou bem. É que descobri que andei engordando, viu? Parei minhas corridas, disparei a comer besteira. As roupas já andam meio apertadinhas. E minha auto-estima mais debilitada ainda. Pronto! Nesta quarta-feira é dada a largada de uma nova tentativa de melhorar minha saúde. Estou passando dos 70 e preciso voltar a ter meus 60. Quero gostar de mim ao olhar no espelho. E sei que isso só depende de mim mesma. Marcarei uma consulta na nutricionista. Vou voltar a seguir as instruções da medicina ortomolecular e voltarei a fazer minha corridas.

Como o sono chegou antes que eu previa, vou me render a ele, viu, gente? Porque a insônia tem me feito companhia ultimamente. E preciso aproveitar quando o sono vem me visitar mais cedo. Boa noite!

 

 

 



Escrito por Anucha às 00h42

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Nem verso, nem prosa

Se penso em dar ré, minha vida acelera em 120.

Se quero dançar, põem música lenta.

Se finjo não ver, jogam holofotes.

Se decido sair, já está na hora de voltar.

Se olho para dentro, é fora que as coisas acontecem.

Se pulo para fora, aqui dentro vira rebuliço.

Se corto os pulsos, o sangue estanca.

Se tomo café, adormeço na cama.

Se passo adiante, preciso voltar.

 

*Hermano voltou do "retiro musical". São muitas histórias pra contar. Ouvidos atentos para ouvir. Olhos saudosos de olhar. Boca querendo beijo. Braços querendo abraços. Minha cabeça tá legal. Eu tô legal. Fomos comemorar o retorno com jantarzinho íntimo no Café Viena (LOBA, O TIPO DE LUGAR QUE VC AMARIA CONHECER!) e depois fomos encontrar o Flávio e a Fábia na casa dele. Matamos a saudade de bater papo de pernas pro ar debaixo de uma lua lindamente alaranjada e aproveitando a noite ventilada, o que já é raro nesses tempos de B-R-O-BRó (como são conhecidos os meses de setembro, outubro, novembro e dezembro, os mais quentes do ano aqui no Piauí).



Escrito por Anucha às 01h28

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Tô samariada!

É assim que o meu pai fala quando está "puxando fogo"... samariado quer dizer bebinho, sabe?! Fui na casa do meu amigo Marquinhos, o sushi-man mais bacana do planeta, dividi uns sushis com o Saulo e entornei uns bons copos (daqueles americanos, tipo copo de bar fulera) de cerveja com a Lícia Botelho, a Tatiana e o Saulito. Rimos muito, botamos o papo em dia e quase que eu não conseguia sair de lá. Porque o astral estava lá em cima. E eu estava precisando disso... relax, risadaria geral e ouvir a música da Titia, que é como o Marquinho chama a Diana. "Oh, meu amado, por que brigamos? A nossa vida deve ser de alegria!" (Pense numa música baixa, brega, de fim de noite!)

Até peguei um filme para assistir. Mas, agora, tudo o que eu quero é dormir. Amanhã, vou passar a amanhã no Renilton... retocar as mechinhas douradas, fazer uma hidratação. O típico dia de beleza, como a minha Corrinha dizia. (Ô, saudade da gota serena!)



Escrito por Anucha às 01h16

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Tem gente que gosta do que lê aqui

Ufa! O recadinho da Loba e da Dani no meu post de ontem foi um alívio pra mim. Na verdade, não estava de jeito nenhum querendo convencer a mim mesma sobre a idéia de mudar a minha forma de expor aqui no MEU blog.

É isso mesmo. Não estou agredindo ninguém, nem invadindo a casa de ninguém. Tô apenas falando de mim como se estivesse falando pra mim mesma. E a Dani falou e disse... o blog dá essa idéia de que a gente está sendo acompanhada, sendo observada e querida também.

Está decidido! Vou continuar sendo eu e quem achar que eu não estou agindo certo aqui na minha área... desculpa, mas é só não vir mais, ok? Para quem tem curtido me ler, meu beijo grande e obrigada pela força.

Mais tarde escrevo mais. Vou sair pra comer um japa (quero dizer, um sushizinho!).



Escrito por Anucha às 19h26

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Levei o maior coió...

Coió, aqui no Piauí, para quem não sabe significa "puxão de orelha". E hoje o meu blog foi, mais uma vez, alvo de críticas. O povo anda comentando nas rodas sobre o que eu falo por aqui. Imagina que estava correndo aí um boato de que eu estaria tratando aqui sobre o dilema "caso-ou-não-caso". Disseram que eu coloquei aqui no blog que eu estaria querendo casar e o meu namorado não. Por favor, leiam até lá em baixo e me digam se eu tô ficando louca ou o quê?!...

Tenho exposto mesmo alguns pensamentos, muitas angústias e parte das vivências. Mas se isso está incomodando muita gente... acho melhor parar por aqui, né? Se é um diário e é virtual, estão aí embutidas duas características essenciais: eu falo de mim e quem me achar na Rede pode me ler. Certo?!

Bem, acho que preciso me aprofundar mais na análise dessa questão. Talvez esteja expondo mais gente do que deveria. Talvez deva falar mais de amenidades (futilidades?!?). Talvez precise falar por metáforas. Talvez não precise falar. Talvez deva imitar a Loba e "descer da Rede", "parar o balanço", sumir...

* Hoje, estou fazendo 4 anos e 4 meses de namoro com o Hermano. Nem pude dar beijinho, presentinho, carinho... ele está com a banda dele num sítio "pensando" o CD da Madame Baterflai. Laboratório que eu não ouso invadir, nem com uma msg no celular...

 



Escrito por Anucha às 23h31

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com