SOBRE MIM


Leonina de 34 anos bem vividos. Nasci em Salvador, mas amo Teresina. Cidade onde moro e quero viver os meus dias bem felizes. Uma mistura de Pollyana com Peter Pan. Vivo em "Busca da Terra do Nunca" achando que tudo acontece para o meu bem. Faço aqui minha catarse e minha terapia. Tenho me refeito a cada dia com minhas próprias reflexões. Sou uma criatura alegre e feliz. Meu maior sonho: SER MÃE!




MEU MANTRA


"Entrego
Confio
Aceito
Agradeço"
(Hermógenes)




CONTATOS IMEDIATOS


Anucha Melo anuchamelo@uol.com.br anuchamelo@hotmail.com Meu flog





HUMOR






O QUE TOCA MINHA ALMA


A vida em preto e branco
Ambidestro
As Anormais
A casa de papel
Loba, corpus et anima
A pergunta que não quer calar
A dona do amor
Brinquedoteca
Brincando com Clarinha
Beth Boop
Bem aqui assim
Blônicas
Colcha de retalhos
Casa da Tuka
Carpinejar
Coisas de Bruna
Casa de Boneca
Coisas de Deus
Conversa de mulheres
Casa de Rubem Alves
Artes com trastes...
Cabaré do Marquim
Nadica de Nanda
Diário de Mim Mesma
Dani Rêgo
Dani-se
Enquanto não durmo
Entre tantas
Flog da Tyci
Flog da Claudinha CB
Teófilo Lima - flog
Guinho flog
Gualberto Jr
Heart's Place
Hai-kai do Daniel
Leila Eme
Ladra do bem
Linda Menininha
Meu flog
Oceanos e desertos
Piauimagens
Queira ouvir
Quadrado quase perfeito
Ser sentido
Superfície da alma
Sonhos e realidades
Salto Quebrado
Sol cultura
Tenho que me perder...
Templo de Hecate
Todas as minhas vidas
Um amor pra recordar
Um dia a gente aprende
Verbo amar
Voando pelo céu da boca
Tô sabendo
Ventania
Mudanças e adaptações
Tarde de chuva
Palpiteira
Verdes Verdades
Humores
Cambalhotas de Irrealidades
Diário Evolutivo
Blog da Onça
Em poucas palavras
Blog da Florcita
Faxina
Sentir é um fato
Femme Sapiens
Viver em segredo
Viajante
Dance with me?
Madrugada na sala
Luz de Luma
Batendo asas
Meu mundo
Deixa eu quieto
Nosso Quintana
As filhas do dono
Caminhar
Avesso dos ponteiros
O Pluto é filho da pluta
Reallidade torta
Bloco do eu sozinho
O Rebelde
Jardim das Violetas
Quem sabe uma (quase) Bridget?
Opiniões femininas
Palavras
Esferográfica azul
Giramundo gira eu girassol
Rainha de Copas
Neurose de mim mesmo
Gérbera Laranja
Cantos Gerais
Cosmopolitan Girl
Adoro reticências...
Som de cor de mim
Flog da Paulinha
Blog da Mari
Terehell
Blog da Magui
Entendeu ou quer que eu desenhe?
Blog da Caíla
Café do Dom
Blog da Oda
Donaella





SELO



Se eu tivesse mais alma para dar, eu daria. Isso para mim é viver!





O QUE VIVI


01/12/2006 a 15/12/2006
16/11/2006 a 30/11/2006
01/11/2006 a 15/11/2006
16/10/2006 a 31/10/2006
01/10/2006 a 15/10/2006
16/09/2006 a 30/09/2006
01/09/2006 a 15/09/2006
16/08/2006 a 31/08/2006
01/08/2006 a 15/08/2006
16/07/2006 a 31/07/2006
01/07/2006 a 15/07/2006
16/06/2006 a 30/06/2006
01/06/2006 a 15/06/2006
16/05/2006 a 31/05/2006
01/05/2006 a 15/05/2006
16/04/2006 a 30/04/2006
01/04/2006 a 15/04/2006
16/03/2006 a 31/03/2006
01/03/2006 a 15/03/2006
16/02/2006 a 28/02/2006
01/02/2006 a 15/02/2006
16/01/2006 a 31/01/2006
01/01/2006 a 15/01/2006
16/12/2005 a 31/12/2005
01/12/2005 a 15/12/2005
16/11/2005 a 30/11/2005
01/11/2005 a 15/11/2005
16/10/2005 a 31/10/2005
01/10/2005 a 15/10/2005
16/09/2005 a 30/09/2005
01/09/2005 a 15/09/2005
16/08/2005 a 31/08/2005
01/08/2005 a 15/08/2005
16/07/2005 a 31/07/2005
01/07/2005 a 15/07/2005
16/06/2005 a 30/06/2005
01/06/2005 a 15/06/2005
16/05/2005 a 31/05/2005
01/05/2005 a 15/05/2005
16/04/2005 a 30/04/2005
01/04/2005 a 15/04/2005
16/03/2005 a 31/03/2005
01/03/2005 a 15/03/2005
16/02/2005 a 28/02/2005
01/02/2005 a 15/02/2005
16/01/2005 a 31/01/2005
01/01/2005 a 15/01/2005
16/12/2004 a 31/12/2004
01/12/2004 a 15/12/2004
16/11/2004 a 30/11/2004
01/11/2004 a 15/11/2004
16/10/2004 a 31/10/2004
01/10/2004 a 15/10/2004
16/09/2004 a 30/09/2004
01/09/2004 a 15/09/2004
16/08/2004 a 31/08/2004
01/08/2004 a 15/08/2004
16/07/2004 a 31/07/2004





MEU IBOPE









LAYOUT


Template by Pattie


CRÉDITOS


Blog da Pattie - La mia vita tra le dita !


La mia vita tra le dita



Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com



Getty Images







" Dos medos nascem as coragens e das dúvidas as certezas.
Os sonhos anunciam outra realidade possível

e os delírios, outra razão.
Afinal de contas, somos o que fazemos

para mudar o que somos."
(Eduardo Galeano)

 

Uma querida amiga de blog me deixou uma msg linda ontem e eu, para retribuir, fui lá no blog dela. Sabe o que encontrei? Esse lindo trecho acima, que mais parece ter sido colocado alí como resposta ao meu post do dia 30.

Hj, eu queria dizer que estou melhor. Menos ansiosa que ontem. Mais com vontade de agir e aguardar o curso natural das nuvens, das águas, da vida. Menos receosa das atitudes a serem encaminhadas. Mais corajosa de assumir minhas próprias escolhas. Não estou aqui assumindo, publicamente, a decisão de romper. Mas quero só demonstrar que uma atutude positiva sobre a vida muda muito a conduta, o estado de espírito e o desenrolar dos fatos.

Um colo amigo, como o da Carina na tarde de ontem, foi uma espécie de remédio doce-azedo, que eu precisava tomar. Curei a dor e estou em tratamento. Tratamento da alma. Simpatia para a calma. Seguindo...

Valeu, Flá! Valeu, Carina! Valeu, gente que eu quero bem!



Escrito por Anucha às 23h07

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Alma moída

Uma vez me perguntaram se eu achava certo ficar me expondo aqui no MEU blog. Falar da minha vida, meus amores, minhas angústias... Certo ou errado. Sou assim... Publicamente emoção! Nunca tive muita papa na língua. Principalmente, quando o foco está voltado para mim. Hoje estou particularmente triste. Tenho que tomar uma decisão sobre minha vida amororsa e não consigo. Minha alma parece moída, minhas pernas travam só de pensar, minha língua enrola para não dizer coisa alguma, minhas mãos se contorcem para não afastar o que me provoca dor. Meus pensamentos fazem uma odisséia louca de "sims", "nãos", "talvez", "quem sabe"...

Que mulher é essa que se esconde atrás de uma menina insegura e frágil? Que teme perder sem imaginar que também pode ganhar? Beijos, abraços, amassos, amor... TUDO NO MUNDO É FRÁGIL. TUDO PASSA...

* SEM CONDIÇÃO DE CONTINUAR... DIGO AQUI "TÉ JÁ"!



Escrito por Anucha às 10h36

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Só pra dar satisfação

Tô em falta aqui. Minha culpa, minha tão grande culpa... Andei trabalhando demais na semana passada. Preciso encontrar um jeito mais prático de ganhar dinheiro para satisfazer minhas necessidades mais imediatas e minhas vontades mais absolutas! Mas, prometo que amanhã, domingo, dou o ar da graça de verdade. Tô sentindo falta disso e parece que gente como a Loba também...

Hoje, fui almoçar na casa da tia Jack. Ela preparou um prato muito especial... lagostinha à termidor. Advinha se eu num pensei muito na Corrinha?! (Minha mãe adorava fazer esse prato p gente...)

* Ouvir a Cíntia Silveira cantar ontem foi um dos melhores presentes que eu me dei. Sexta, tô no Nosso Bar de novo... dessa vez, vou tomar meu campari. Cerva dá barriga e me faz ficar tontinha rápido demais... 



Escrito por Anucha às 18h17

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Começar do começo???

Fiquei acordada a noite passada até às 2h15 da manhã de hj. Fazendo uma das coisas q mais gosto de fazer na vida: lendo cartas antigas, bilhetes de amigos da escola, fotos de gente q nunca vai sair do meu coração e que minha mente já estava esquecendo a fisionomia... Foi uma viagem no tempo, que todo mundo deveria fazer de vez em quando. Lembrar onde esteve para entender para onde vai. Tanta coisa tem passado pela minha cabeça. Até mesmo uma idéia que nunca passou pela minha cabeça, ontem, surgiu do nada. Voltar para Salvador 29 anos anos depois de ter saído de lá. Meu pai mora lá, tenho uma tia querida que também mora lá e alguns amigos que não saem do meu pensamento. Mas minha vida está toda aqui. Minha vida profissional, então, tem uma história... Como seria abandonar tudo e começar de novo onde tudo começou... (Nasci em Salvador no dia 4 de agosto de 1971). Será que eu tenho coragem para enfrentar um desafio assim?

 



Escrito por Anucha às 21h44

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Espumas ao vento

Hoje recebi um mail de um amigo querido que me fez sorrir, sonhar, lembrar, reviver... Incrível como uma carta virtual pode trazer tantos códigos embutidos, tanto sentimento anexado, tanta emoção outrora contida. Sou uma pessoa feliz por ter ao redor do mundo gente que gosta de mim como eu sou, pelo que sou e para quem sou. A alegria que estou por causa daquelas palavras não dá nem para relatar. Ninguém poderia compreender. É como se uma cortina tivesse se aberto e eu pudesse ver um céu lindo, cheio de nuvens, com um sol radiante sorrindo para mim. Lembro o Renato Russo: "Nem tudo está perdido... quando existe um amigo!"

* E OBRIGADA POR PENSAR EM MIM!



Escrito por Anucha às 23h58

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Invasões bárbaras

A noite passada, de sexta para sábado, seria a típica noite "eu-sozinha-amuada-acuada-dentro de casa". Parece melodrama. Mas seria mesmo assim, se o meu primo Saulito Catatau não tivesse me chamado para um programa que adoramos fazer juntos: assistir filmes.

O programa seria a três a princípio. Eu, ele e o David. Depois, já estavam com a gente  Amaro, Cristina e Amanda. Pegamos dois filmes, que só devem mesmo ser assistidos juntos. E aqui vai a minha sugestão... “O declínio do império americano” e “Invasões bárbaras”.

Rimos e choramos juntos. Mesmo os que não admitiram terem chorado. São duas histórias bem boladas de amigos que se encontram para conversar e confessar pequenos delitos. E também para velar o amigo que está para morrer. Diálogos riquíssimos de significados, mensagens carregadas de sentimentos, bagagem para boas horas de conversa depois dos filmes.

Tive uma noite adorável. Perto de gente que eu quero bem. Tendo a certeza de que não se pode temer ficar sozinho quando se tem por perto gente da qualidade do meu querido Miguelito (apelido que eu botei no Saulo).

p.s.: Tenha bons sonhos, Miguelito!

 



Escrito por Anucha às 03h52

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Me vejo nesse desejo

Se tem amor, fica

Por Rita Prado

 

(...) Só uma coisa nessa minha vida não muda

Minha vontade de ser feliz com alguém.

De receber na mesma moeda.

De ser aceita com esses milhões de defeitos.

De ser compreendida.

De ter comigo alguém que tenha orgulho de estar ao meu lado.

Que olha apaixonado.

Que não meça, nem compare.

Que se sinta bem com o que eu faço.

Que me trate com respeito.

Que me ache a mulher mais linda nesse mundo.

Que tenha prazer no meu corpo.

Alguém que acredite nas minhas palavras.

Isso tudo passa.

Se tem amor, fica.

E, às vezes, por amor vai embora, mas volta.

E alguém, mais cedo ou mais tarde, vai trazer minha paz de volta.

Alguém vai querer acordar comigo todas as manhãs.

Alguém vai ler meus pensamentos.

Interpretar meu olhar.

Ser da minha família, montar uma casa, ter um filho comigo.

E achar que eu e ele somos a combinação perfeita.

E me namorar todos os dias. Do jeito que eu quero.

E esse jeito vai ser o que ele quer também.

E a gente vai entrar em sintonia e vai transparecer às pessoas.

E vai fazer as pessoas ao nosso redor quererem amar alguém assim também.

E eu vou poder chorar.

Eu vou poder sorrir, fazer careta, falar besteira.

Dizer o que eu penso, usar a roupa que eu quero, e ele vai dizer que eu estou linda.

E vai trazer chocolate. E vai ser recompensado.

Por que minha vida vai estar em suas mãos e eu vou fazê-lo feliz dia após dia.

E não existirá dor. Essa dor que me corroe por dentro.

Porque a certeza não deixa a dor crescer. E eu quero ter certeza.

Eu quero aproveitar a vida.

E essa emoção que chega com a dor me serve de alívio.

Porque vai me limpando por dentro.

Vai me renovando (...) 

 

* Eu estou publicando na minha coluna de domingo no Meio Norte este excerto de um texto postado pela Ritinha no blog dela. E sabe por que eu resolvi postar aqui? Porque esse é um desses textos que a gente bate o olho e pergunta: "Por que eu não escrevi esse texto? É exatamente assim que eu me sinto... tinha que ter sido escrito por mim!" Ritinha, você é a escritora de mim e não sabe...



Escrito por Anucha às 19h24

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Vê se pode...

O Chico César teve aqui em Teresina na quinta passada. Há uma semana, estava programada uma entrevista com ele no programa que apresento na TV Meio Norte. Quando ele chegou no aeroporto, sabe o que ele disse? "Não vou dar entrevista para programa local!" E sabe o que eu tive que fazer? Agendar uma entrevista de última hora (uma hora antes de programa começar...). Sabe o que mais? Deu tudo certo. A entrevista com o cara que organiza um festival de HQ foi bem bacana. Mas eu não me fiz de rogada. Passei o recado ao vivo, na maior elegância, mas sem deixar de demonstrar o meu protesto. Profissionalismo não é para todo mundo. Mas aceitar overdose de estrelismo do cara que nasceu em Catolé do Rocha, na Paraíba, é demais da conta, viu?

Escrito por Anucha às 19h14

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Voto nulo? Quem se anula é você!

Hoje, fui a um festival de música na Praça Ocílio Lago. Bacana encontrar a galerinha do rock, ouvir as bandinhas locais fazendo som de responsa, rever figuras que eu quero bem... Mas muito chato foi ouvir um cara que eu eu curto pra caramba defender o voto nulo. Poxa vida, como é que o cara sobe no palco para cantar e diz uma bobagem dessas para o seu público? Voto nulo é o mesmo que se admitir um não-pensador, alguém que não tem vontade própria, ou que quer perpetuar o caos na política. Já votei nulo uma vez e por isso mesmo é que eu me coloco contrária a essa idéia. Fiz uma tremenda burrice e não acho legal deixar de votar como protesto. Protestar é votar, é escolher quem você acredita que pode levar à sério as necessidades da comunidade. Cada um tem que tomar para si a responsabilidade de escolher, escolhendo bem, claro! Não custa nada ouvir um pouco as idéias dos caras e botar a cabeça para pensar quem merece o seu voto. Pense nisso!

Escrito por Anucha às 00h44

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Desitoxicação de mim mesma

Isso mesmo! Ontem, questionei do meu namorado por que ele estava tão distante, tão calado, pouco afetuoso... essas cobranças básicas que toda mulher faz. Sabe o que ele me disse: "Estou me desintoxicando de você!" Tomei um susto e fiquei depurando essa história. Desintoxicando? Virei um tóxico e não sabia... Acabei tendo um sonho horrível. Me via no meio de jovens sem rumo, sem perspectiva e eu, atordoada, sem saber como agir para sair dali ou para tirá-los daquela situação. Se eu fizer uma interpretação livre desse sonho, posso chegar à conclusão de que quem está precisando sair dessa SOU EU.

Escrito por Anucha às 13h09

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com



Espírito de gaivota

Hoje amanheci com vontade de voar. Talvez estimulada pela imagem que se formou na minha cabeça depois que eu soube que um amigo pulou de pára-quedas por entre as nuvens... Pensa aí na sensação que é passar dentro de uma nuvem, de um ambiente que a gente só pensa ser como algodão. Bem, aí eu acordei olhando pro céu de Teresina e querendo ser uma gaivota, linda, leve e solta pelos ares. Voando, sentindo, avistando de longe a minha cidade, que eu amo de paixão. Tenho andado meio estranha esses dias. Não é TPM. Acho que, com a pílula, esses troços não acontecem comigo. Talvez seja uma idéia fixa de começar de novo, de mudar o rumo que as coisas estão tomando, dar outro sentido a minha vida... Sei tudo, tudinho que preciso fazer e não me sinto corajosa para dar o primeiro passo. Ir além. Falo, falo, falo... e não ajo. Que espécie de pessoa eu sou? Uma anta? Ou uma medrosa incurável? Acho que preciso fazer análise. Ou então voltar urgentemente para a minha yoga e minha meditação... Desculpa aí se hoje eu pareci um tanto chata. Mas isso aqui termina sendo um depositório de angústias também, né? Valeu por ouvir... quero dizer, ler!

Escrito por Anucha às 23h52

[ ]

[ ]

[ envie esta mensagem ]



Image hosted by Photobucket.com